Arquivo

  • 2016 (1)
  • 2015 (4)
  • 2014 (8)
  • 2013 (12)
  • 2012 (22)
  • 2011 (35)
  • 2010 (10)
  • 2009 (1)

Os nossos morangueiros

IMG_20130513_210253

Os nossos morangueiros são o nosso orgulho, após um começo complicado o ano passado, estão a recuperar com força, já a dar morangos e a propagarem-se a toda a velocidade.

Estes são da variedade “Mara-du-bois”, são pequenos e têm um cheiro e um paladar intensos e estamos ansiosos para que fiquem bem vermelhos para os podermos aproveitar. Por enquanto são só para nós, como não encontrámos já com certificado bio ainda estão em periodo de conversão. Os que já propagámos são considerados como certificados, mas como ainda são poucos vamos esperar mais um ano e depois certificamos o morangal por inteiro.

Até lá vamos multiplicando-os e mante-los verdejantes.

Experiências com produtos transformados

Os nossos vegetais são bons e temos imenso orgulho neles. Ficamos sem palavras quando no mercado nos dizem que as nossas couves são uma maravilha, ou que a nossa salsa tem um aroma poderoso, ou que a nossa rúcula é picante e deliciosa, ou que os nossos tomates são dos melhores que já provaram. E por isso ficamos tristes quando eles acabam… se ao menos pudéssemos prolongar-lhes a vida… E é essa experiência que estamos a fazer agora. Com o que foi sobrando de pimento vermelho fizemos uma pasta. Com o tomate demasiado maduro para levar para o mercado fizemos doce. O tomate cereja a mais foi para o forno secar com ervas. Guardámos a abóbora mais suculenta e fizemos doce. Com as couves roxas mais compactas mas que não chegaram a crescer antes de termos de limpar a zona onde estavam plantadas tentámos fazer chucrute (sauerkraut) – ainda estamos a aguardar que a fermentação atinja o ponto. A quantidade ainda é pouca, mas se afnarmos as receitas vamos pedir a certificação para produtos transformados e para o ano a produção já vai ser feita a contar com estes produtos, e que vamos passar a incluir na nossa oferta no mercado. Para nós faz todo o sentido não desperdiçar nada da nossa produção, e se a pudermos conservar para os nossos clientes desfrutarem dela mesmo quando já não estão na época, tanto melhor.

oficialmente bio…

EU_Organic_Logo_Colour_rgb

Eis que finalmente compensou, andámos um ano à procura de um terreno com características muito precisas, tinha que ter água, tinha de ser plano, não podia ser muito pequeno nem muito grande, tinha de ter uma renda aceitável, e tinha de estar em pousio há mais de três anos (de preferência cheio de mato desenvolvido).

todas estas condições tinham motivos particulares, mas para além da disponibilidade de água e das características físicas do terreno (que influenciam a produtividade), não podíamos aguardar três anos pelo período de conversão para agricultura biológica num terreno alugado, por isso encontrar um terreno em estado de abandono era fundamental.

tudo isto compensou, e o pedido de redução do período de conversão foi aceite, por isso, somos desde 22 de Março de 2011 o produtor de agricultura biológica com a licença AB1953UP, certificado pelo organismo de controlo PT-BIO-03.