Fotos e Histórias

Arquivo

  • 2016 (1)
  • 2015 (4)
  • 2014 (8)
  • 2013 (12)
  • 2012 (22)
  • 2011 (35)
  • 2010 (10)
  • 2009 (1)

Planear culturas

Planear as culturas, saber quando começar as sementeiras, quando transplantar e em que quantidades, é capaz de ser a coisa mais importante para quem está a tentar produzir hortícolas para vender, e nós ainda estamos a afinar o nosso processo.

Como nenhum de nós tinha prática agricola digna de registo, foi necessário muita pesquisa e muita tentativa erro para começarmos a acertar com algumas culturas. O mais difícil neste processo são as quantidades, se produzimos de mais, depois não vendemos e estragam-se os produtos, se produzimos a menos depois não temos para todas as solicitações. É um verdadeiro dilema.

Até que numa das navegações pela net, encontrámos um plano explicado passo a passo (http://www.traces.org/green/Course-marketing/4.5_CSA_crop_plan.pdf). Muito resumidamente o plano funciona da seguinte maneira: 1) primeiro é preciso calcular as necessidades semanais de determinada cultura, para depois chegar ao objectivo total da época; 2) passamos então para o cálculo da quantidade de plantas por sementeira que são precisas para atingir os objectivos anteriores; 3) em seguida, e para não existirem quebras na produção, anotamos as datas inicial, final e a frequência de sementeiras, para sabermos ao certo quantas sementeiras vão ser feitas ao longo da época; 4) com este valor em mente já podemos calcular as necessidades de sementes, e uma estimativa do custo de produção associado a esta cultura.

É claro que é muito mais fácil escrever do que fazer, e após uns meses de aplicação do plano ainda não acertamos com as quantidades todas, mas também é verdade que existem muitas variáveis para ter em conta, e esta é uma actividade de constante adaptação e aprendizagem.

15 comments to Planear culturas

  • Helena Afonso

    Boa noite
    estou a concorrer para ganhar apoio para montar uma horta para uma ONG de apoio a desempregados. Tenho nesta fase de fazer em dois dias uma estimativa de custos de produção de uma horta. Seria possivel ajudarem-me?
    Obrigada

    • telmo

      Boa tarde Helena,

      Os custos de produção de uma horta podem ser muito variáveis, dependendo do que se quer fazer, espaço disponivel, mão de obra e infra-estruturas já existentes. Dada a urgência que tem, o melhor é tentar ver valores de sementes, alfaias para trabalhar o solo, rega e possivelmente uma cerca, e um abrigo para guardar equipamentos. Penso que assim já deve ficar com uma ideia geral do que pode custar montar uma pequena horta.

      Cumprimentos,
      Telmo

  • […] planear as épocas antecipadamente tem sido o nosso maior desafio. Já tinhamos falado aqui do planeamento de culturas, e agora aproveitamos para voltar a esse […]

  • Juliana

    Caro Casal.
    Antes de mais gostaria de agradecer a partilha do vosso conhecimento com todos, de forma tão aberta e esclarecedora.
    Gostaria de agradecer em especial a este vosso post sobre planear culturas,uma excelente ajuda! Sem duvida alguma, produzir somente o necessário ao longo do tempo, para que não haja desperdícios são uma questão essencial para quem quer vender produtos hortícolas.
    Na procura de mais informação sobre o assunto encontrei um projeto no brasil muito interessante “Horta Fácil”. Segundo os autores “é um programa desenvolvido para horticultores e extensionistas com a finalidade de planejar e manejar uma produção de hortaliças pré-programada e contínua ao longo do tempo”. Este programa disponibiliza um software de planeamento de culturas que pode ser adaptado à diferentes realidades.
    Em feedback ao vosso post envio junto o link de acesso ao projeto e ao download da aplicação.
    Link: http://www.hortafacil.com/
    Espero ter contribuído para mais um “local de pesca”.
    Saudações biológicas.

    • telmo

      Boa tarde Juliana,

      Obrigado pelo comentário e por partilhar link da horta fácil, com certeza que vamos experimentar e depois podemos também fazer um post sobre esse software para ajudar na divulgação ;)

      Cumprimentos,
      Telmo

  • Deolinda

    Olá de novo, comentei há pouco na tag estufas e agora estou aqui de novo para comentar este tópico. Eu também não tenho ainda muita experiência em produção com o fim de vender e também eu ando a fazer experiências que nem sempre dão certo.

    Contudo desde que comecei a sério nesta aventura, comecei a fazer uma espécie de diário com registo da data de sementeira, quantidades, variedade,lua,clima, colheita e até tratamentos. A verdade é que estou a entrar no 2º Outono e a informação recolhida anteriormente tem ajudado muito. Há variedades que já não volto a plantar e sementeiras que atrasei ou adiantei.

    Com a pouca história que tenho disto já deu para perceber que aquilo que funciona num ano pode não funcionar no seguinte.

    Parabéns

    • telmo

      É realmente um ponto bastante relevante, o registo diário das tarefas na horta é fundamental para a elaboração do plano. Nós também temos esse habito e agora que entramos no 2º ano de produção, está a valer ouro toda a informação que recolhemos o ano passado. Obrigado por levantar esta questão :)

  • Helena

    Bom dia Telmo e Filipa,

    Descobri o vosso site e blog há pouco tempo e gostaria de vos dar os parabéns. pela iniciativa pela coragem e pela partilha.

    Ao longo do vosso blog têm partilhado e explicado como fazer uma cana, onde conseguir a linha, até indicam o melhor local de pesca….mas ainda há quem insista em só querer o peixe.

    Agradeço uma vez mais toda a partilha que têm proporcionado. O mundo avança com cooperação, não com quem faça tudo por nós.

    E uma dica para quem tiver dificuldade nas línguas ( infelizmente não existe tudo em português). Quando acederem ao link que é fornecido e que explica como construir o quadro semelhante ao da imagem- adaptado á realidade de cada um e das suas culturas- podem através do Google fazer uma tradução do inglês para o português, ou entre quaisquer línguas .

    Cpts

  • telmo

    Esta tabela é dinâmica, e é o resultado de uma base de dados que criamos com as características dos nossos produtos, pelo que não está num formato que dê para distribuir. Sem a base de dados é apenas uma folha Excel em branco.

    Como imagem a informação fica demasiado pequena para se ver, uma captura da imagem não consegue apanhar a tabela completa.

    De qualquer modo a nossa intenção é explicar como é que fizemos a tabela e onde é que encontrámos a informação que nos permitiu aprender a fazer uma, que esperamos que seja útil para mais pessoas.

    Cumprimentos,
    Telmo

  • pedro

    Bom Dia Telmo

    Mas não podem disponibilizar esse quadro ?

    Cumps

    Pedro

  • Angela Rodrigues

    Telmo (e Carlos)
    Eu também tenho acompanhado o vosso blog, de grande utilidade, e aproveito para agradecer esta partilha, que certamente requer muito esforço e trabalho!
    Neste quadro, em particular, o problema é que ele está cortado dos lados e portanto não se consegue perceber. No lado esquerdo, de cima para baixo, eu leio:
    “roxa / verde / agraner / portuguesa / oi / ombarda / coração / roxa / o / ábano… ” etc
    Do lado direito, nem faço ideia o que falta, porque também está cortado. E as colunas não têm (ou não se vêm) títulos.
    Penso que seja esse o problema que o Carlos pretende referir. Ou seja, mesmo sendo uma imagem, o problema é que a imagem está cortado e por isso o quadro é incompreensível.
    Se este problema puder ser resolvido, eu ficarei muito grata.
    Parabéns e obrigada pela ajuda preciosa que o vosso blogue representa e continuação de um excelente trabalho – aqui, e na horta!
    Bem hajam!
    Ângela Rodrigues

  • carlos

    Boanoite Telmo,
    Desde ja agradeço a sua resposta, mas eo meu ingles nao é dos melhores, seria possivel enviar a tabela para o meu mail? isto caso nao haja nenhum inconveniente
    cumprimentos,
    Carlos Novo

  • carlos

    boa noite!
    tenho acompanhado regularmente o vosso blogue e tenho aprendido imenso!
    achei muito interesante o quadro “planear culturas” contudo nao consigo visualizar de uma forma correta, seria possivel eu aceder a essa informação?
    grato
    carlos

    • telmo

      Boa noite Carlos,

      realmente o quadro apresentado não está acessível, uma vez que é apenas uma imagem.
      Trata-se de uma captura da tabela que fizemos, seguindo as instruções que vêm no ficheiro que está partilhado no corpo do post.

      Cumprimentos,
      Telmo

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>