Fotos e Histórias

Arquivo

  • 2016 (1)
  • 2015 (4)
  • 2014 (8)
  • 2013 (12)
  • 2012 (22)
  • 2011 (35)
  • 2010 (10)
  • 2009 (1)

Perguntas frequentes (FAQ’s)

Com o passar do tempo e à medida que o nosso blog vai crescendo em informação, nós vamos sendo contactados com pedidos de algumas informações mais especificas do que tratamos em posts. Decidimos colocar aqui as respostas às perguntas que nos fazem mais frequentemente para que a partilha de informação seja mais completa e ao acesso de todos.

 

A área da vossa horta é 2,5Ha?

Não. O terreno que temos alugado tem 7000 metros quadrados, e a horta em si tem meio hectare. Até agora ainda não conseguimos ter tudo ocupado com culturas. 2,5Ha era a área que começámos por procurar e que achámos ser o ideal para o que queríamos produzir, mas encontrar o terreno certo em Sintra por um preço aceitável não é tão fácil como pensámos…

 

Qual o nível de investimento que fizeram para começar?

Nós tivemos um investimento inicial de cerca de 20 mil euros, mas nós não tínhamos equipamento nenhum, por isso incluiu estufa, carrinha, sistema de rega, equipamento para trabalhar a terra e para fazer sementeiras. Poderíamos facilmente ter gasto mais mas foi o máximo que conseguíamos suportar sem recorrer a créditos ou subsídios, e preferimos começar a assim. Conhecemos outros produtores que começaram com muito mais que nós, e outros que começaram com muito menos, o importante é conseguir calcular o que vai precisar em termos de equipamentos, e já agora também a rentabilidade que espera ter, uma vez que isso é fundamental para ver se compensa o investimento.

 

É possível viverem em exclusivo da agricultura?

Por enquanto ainda não, mas é algo que já estava planeado. Sabíamos ao começar, que ia demorar algum tempo até conseguirmos tirar rentabilidade desta atividade. A pequena produção local em modo biológico, demora a ter retorno, é preciso acima de tudo um grande controlo da produção para que seja o mais eficiente possível, para podermos produzir sem ter desperdícios, e uma vez que o objectivo principal é alimentar o mercado localmente, é também preciso ir conhecendo as pessoas, mostrar que somos de confiança e que produzimos excelentes vegetais. Tudo isto demora o seu tempo, e por isso o que planeamos foi apenas um de nós estar dedicado a 100% à produção, enquanto o outro manteve o emprego fixo que já tinha, de modo a manter as responsabilidades do dia-a-dia. Quando conseguirmos estar a viver exclusivamente desta atividade, avisamos ;)

 

Onde arranjaram a vossa estufa?

A nossa estufa não a comprámos em segunda mão porque não tínhamos conhecimentos nem equipamentos para a montar na nossa horta e por outro lado imaginámos que o preço do transporte seria alto, e podia acontecer que não fosse exatamente o que queríamos. Por isso considerámos preferível pedir para nos fazerem uma de raiz. Acabámos por nos decidir por uma pequena empresa familiar local de metalomecânica, que não fazia propriamente estufas, mas fazia estruturas com o formato da nossa estufa para guardar fardos de palha, mas adaptámos plástico transparente e ficou a fazer exatamente o que pretendíamos. Tem 270m2, e já com o plástico e com a montagem ficou perto de 5 mil euros.