Fotos e Histórias

Arquivo

  • 2016 (1)
  • 2015 (4)
  • 2014 (8)
  • 2013 (12)
  • 2012 (22)
  • 2011 (35)
  • 2010 (10)
  • 2009 (1)

Cebola

cebola

[fotos de 28-05-2014]

Antes de plantarmos as cebolas damos-lhes sempre um jeitinho para irem para a terra em melhores condições de se adaptarem – isso inclui aparar as raízes e as pontas das folhas. Desta forma a energia para se “agarrarem” à terra não se desperdiça e as plantas tornar-se-ão mais robustas e resistentes. Idealmente deixamos as raízes secarem um bocado depois do corte e só as plantamos no dia seguinte. Depois damos uma boa rega. Este ano experimentámos um novo método que consiste em plantar as cebolas em grupos de três, o que permite optimizar o uso do espaço – depois dizemos como correu. Com camalhões de 15m de comprimento com três linhas, espaçadas entre si ±20cm, estes agrupamentos de três cebolas permitem plantar mais de 600 plantas por camalhão.

preparar_cebola_4

1 comment to Cebola

  • Filipe

    Hi…
    A ideia de plantar as cebolas em grupos de três é ótima até porque não interfere nada no seu crescimento. Eu já faço isso de propósito para aproveitar melhor o espaço, e para que as cebolas não se tornem “gigantes”. Normalmente tinha cebolas enormes, e tornou-se um problema na hora da confecção porque raramente conseguiria usar toda a cebola numa receita culinária. E depois de exposta/cortada não é aconselhável guardar para um outro dia. No entanto desde que comecei agrupar as cebolas no transplante, consigo obter cebolas mais em conta, médias a pequenas. São melhores para usar numa cozinha familiar e até para venda ao consumidor.
    Em relação ao aparar as raízes da cebola antes de transplantar não acho boa ideia; até porque não se deve cortar a raiz das plantas porque contêm uma substância chamada de “Lignina” sendo uma macromolécula importante na planta. Caso esta se danifique a planta fica mais frágil e vulnerável a infecções que entram pela raiz. Há que pensar que se elas crescem por alguma razão terá de ser.
    Já cortar as pontas da rama, até que não é má ideia, porque depois a planta vai extrair os nutrientes das pontas para o corpo principal da planta como defesa natural e com o tempo voltar a renascer com mais força.
    Bom trabalho…
    Cumprimentos.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>