Fotos e Histórias

Arquivo

  • 2016 (1)
  • 2015 (4)
  • 2014 (8)
  • 2013 (12)
  • 2012 (22)
  • 2011 (35)
  • 2010 (10)
  • 2009 (1)

Abóboras e aboborinhas

Na horta reservámos este ano uma zona para cucurbitáceas – abóboras, aboborinhas e pepinos. Logo na primeira semana de março semeámos em pequenos vasos abóboras Musquée (pensamos ser as chamadas “porqueiras”), abóboras patisson brancas e amarelas, abóboras butternut (“cabaça”), courgettes e pepinos. Um mês depois transplantámos as plantas, já com 3 folhas verdadeiras em linhas distanciadas cerca de 1,5m e com um espaçamento na linha de 1,5m no caso das courgettes e patisson e de 2 a 2,5m no caso das restantes abóboras e pepino. Na mesma altura fizémos nova sementeira, não fosse esta primeira transplantação não correr bem. No caso dos pepinos achamos que os plantámos ao ar livre cedo demais – o tempo ainda estava frio e as plantas ressentiram-se crescendo pouco e ficando com um aspeto triste. Depois à medida que o tempo aqueceu começaram a crescer e a ficar mais bonitas. Todas as outras desenvolveram-se bem, à exeção das patisson amarelas que nunca chegaram a dar frutos. As courgettes são sem dúvidas das plantas mais produtivas – todos os dias apanhamos pelo menos uma e elas crescem a uma velocidade inacreditável – e apesar de os frutos serem grandes não são ocos porque crescem ao seu ritmo só com água e sol do bom! Os pepinos deram muitas frutificações mas amarelaram quase todos… pensamos ser água a mais e por isso agora regamos só de dois em dois dias – vamos ver se resulta.

As Musquée não estão gigantes mas estão grandes e a amadureceer; as cabaça também não cresceram muito, mas parecem estar prontas também. As courgettes e as patisson apanharam recentemente oídio e já não deverão durar muito mais tempo – o nosso terreno é muito ventoso, o que pode ter fragilizado as plantas que já de si são bastante propensas a ataques de fungos.

Ao lado dos pepinos colocámos uma linha de aipo de raíz (que se diz ser uma boa consociação com o pepino) e uma outra linha de funcho, mas os coelhos parecem apreciar e muito o funcho e não o estão a deixar desenvolver… até agora tem dado para todos, mas infelizmente não temos mais sementes desta variedade para as substituir.

Ainda temos 4 plantas de abóbora hokaido, numa outra zona mais abrigada e que tiveram uma produtividade muito boa – temos mais de 20 abóboras quase prontas a colher, grandes e laranjas. As abóboras hokaido crescem bastante e ocupam um raio de 2 ou 3m, fazendo também uma boa cobertura de solo – onde as temos não tivemos de nos preocupar com a limpeza das ervas daninhas. E finalmente melões chanterelle, perto das hokaido, com pelo menos 3 ou 4 frutos por planta, o que adivinha um final de agosto bem doce.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>